BIGtheme.net http://bigtheme.net/ecommerce/opencart OpenCart Templates
Home / Finanças / Carteira gráfica semanal da XP mantém todas as ações para este início de fevereiro

Carteira gráfica semanal da XP mantém todas as ações para este início de fevereiro

Portfolio administrado pelo analista Giba Coelho caiu 2,66% ao passo que o Ibovespa recuou 1,97%
Portfolio administrado pelo analista Giba Coelho caiu 2,66% ao passo que o Ibovespa recuou 1,97%
SÃO PAULO – A XP Investimentos divulgou a “Top Picks”, sua carteira semanal de análise gráfica, para o período de 29 de janeiro a 5 de fevereiro. Para esta semana não houve nenhuma troca nas ações que compõem o portfolio.

Segundo Gilberto Coelho, o Giba, analista técnico responsável pela carteira, os papéis do Banco BMG (BMGB4) seguem na região de 50% na correção de Fibonacci. A formação gráfica favorece uma retomada dos R$ 6,25 ou expansão para R$ 7,64. Os suportes para colocar stop loss estão em R$ 5,15 e R$ 4,87.

Equatorial (EQTL3), por sua vez, também fez uma correção até 50% de Fibonacci e se encontra atrativa ainda pela posição dos preços em relação à média móvel de 200 dias. Essa formação gráfica favorece a retomada dos R$ 23,60 ou expansão para R$ 26,19. Tem suporte em R$ 20,85.

Lojas Americanas (LAME4) continua na carteira porque está perto da média móvel de 21 dias em R$ 24,30 e do fundo triplo nos R$ 22,46, o que favorece recuperações na direção dos R$ 26,50 ou R$ 29,00.

Já Vale (VALE3) fez uma correção até 50% de Fibonacci. O movimento traz a possibilidade da retomada dos R$ 103,00 ou expansão até R$ 119,00. Tem suporte em R$ 84,78.

Por fim, a Movida (MOVI3) fez uma correção até 50% de Fibonacci. Isso favorece a retomada dos R$ 21,95 ou expansão para R$ 25,74. Tem suporte em R$ 17,90.

Divulgada semanalmente, a carteira Top Picks XP é composta por cinco ativos, tendo cada um peso de 20%. A seleção busca retorno a curto prazo, alinhando fluxo e movimentação das ações ao cenário político e macroeconômico.

Giba calcula a rentabilidade da carteira entrando nas ações no leilão das sextas-feiras. O objetivo é de que a média do retorno dos ativos supere o Ibovespa ao fim da semana.

Desempenho

Na semana passada, a carteira Top Picks caiu 2,66%, enquanto o Ibovespa teve uma retração menor, de 1,97%.

SÃO PAULO – A XP Investimentos divulgou a “Top Picks”, sua carteira semanal de análise gráfica, para o período de 29 de janeiro a 5 de fevereiro. Para esta semana não houve nenhuma troca nas ações que compõem o portfolio.

Segundo Gilberto Coelho, o Giba, analista técnico responsável pela carteira, os papéis do Banco BMG (BMGB4) seguem na região de 50% na correção de Fibonacci. A formação gráfica favorece uma retomada dos R$ 6,25 ou expansão para R$ 7,64. Os suportes para colocar stop loss estão em R$ 5,15 e R$ 4,87.

Equatorial (EQTL3), por sua vez, também fez uma correção até 50% de Fibonacci e se encontra atrativa ainda pela posição dos preços em relação à média móvel de 200 dias. Essa formação gráfica favorece a retomada dos R$ 23,60 ou expansão para R$ 26,19. Tem suporte em R$ 20,85.

PUBLICIDADE

Lojas Americanas (LAME4) continua na carteira porque está perto da média móvel de 21 dias em R$ 24,30 e do fundo triplo nos R$ 22,46, o que favorece recuperações na direção dos R$ 26,50 ou R$ 29,00.

Já Vale (VALE3) fez uma correção até 50% de Fibonacci. O movimento traz a possibilidade da retomada dos R$ 103,00 ou expansão até R$ 119,00. Tem suporte em R$ 84,78.

Por fim, a Movida (MOVI3) fez uma correção até 50% de Fibonacci. Isso favorece a retomada dos R$ 21,95 ou expansão para R$ 25,74. Tem suporte em R$ 17,90.

Divulgada semanalmente, a carteira Top Picks XP é composta por cinco ativos, tendo cada um peso de 20%. A seleção busca retorno a curto prazo, alinhando fluxo e movimentação das ações ao cenário político e macroeconômico.

Giba calcula a rentabilidade da carteira entrando nas ações no leilão das sextas-feiras. O objetivo é de que a média do retorno dos ativos supere o Ibovespa ao fim da semana.
Desempenho

Na semana passada, a carteira Top Picks caiu 2,66%, enquanto o Ibovespa teve uma retração menor, de 1,97%.

A principal responsável por esse desempenho negativo foi a Vale, cujas ações caíram 5,6%. Em seguida ficaram Movida, com queda de 3,82%, Banco BMG, que recuou 3,48% e Lojas Americanas, com baixa de 2,75%.

Já na ponta positiva ficaram as ações da Equatorial, que subiram 2,36%.

Veja tambem

Nasdaq bate 3ª queda seguida e Dow Jones interrompe sequência de ganhos

Os índices acionários de Nova York fecharam em queda, pressionado pela alta dos juros dos ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *